Her

Fiquei apaixonada pelas cores do poster do filme. Criei a expectativa de cenas cheias de contrastes cromáticos. Embora o filme tenha uma paleta própria, com "candy colors", as cenas não me pareceram tão ricas no quesito cor.

"O fabuloso destino de Amelie Poulain" foi um dos primeiros filmes onde comecei a prestar atenção como algumas cenas do cinema parecem quadros cuidadosamente coloridos. "Grande hotel Budapeste" é outra paixão minha. Não encontrei esse primor em Her. As "candy colors" pareceram estar no filme para compor um futuro hipster. Os cenários e o vestuário pareciam com o mundo do Pinterest.

Sobre a história em si, posso dizer que seu mérito é nos fazer refletir sobre o que procuramos nas nossas relações amorosas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário