Rock in Rio

Estou me desfazendo aos poucos dos objetos materiais que representam minhas lembranças. Quero ficar mais leve, caminhar para frente e guardar menos coisas dentro de casa. Daqui a alguns poucos meses terei de me mudar novamente, quanta coisa vou poder carregar comigo? Sempre fico pensando que o processo de desapego nada tem a ver com a ideia de preservação do patrimônio cultural material. Pois bem, releguei
esses questionamentos para o fim do mestrado para não entrar em pinel.

"Este cartão é o seu ingresso para o Rock in Rio 2011. Ele é válido para um único acesso dia escolhido..."

No dia 25 de setembro de 2011 sai para essa pequena aventura. Para mim foi uma afirmação da minha independência. Eu que durante a faculdade sequer podia ir ao cinema com o namorado, de repente ir ao maior festival de rock do Brasil... sozinha. Sobrevivi. E digo, valeu a pena.

É um evento mercadológico? Sim! Nunca pensei que pessoas parariam no meio de um festival de música para fazer compras na Taco. A cidade tinha publicidade desde o aeroporto. Milhares de parcerias com lojas de roupa, lanchonete, bebidas.Mas convenhamos, vivemos na sociedade do consumo. Tudo bem não concordar com ela, mas também não há nada que nos choque, que não seja esperado. Nem todo esse marketing invalidou minha experiência.

Primeiro, me interesso enquanto urbanista que gosta de observar a cidade. Gostei de ver como o poder público se articula a iniciativa privada para minimizar o impacto negativo na dinâmica da sociedade. Qual a melhor solução para isso? Publicidade bem feita, comunicação efetiva para estimular as pessoas usarem o transporte público. Porque raios não aproveitamos essa habilidade para os dias cotidianos? Não sei.

Sobre o evento em si... o que se curte não é exatamente a música. É sentir-se parte de um grande grupo, com algo em comum. Isso é bobo, primitivo ou juvenil? Não sei, mas é emocionante e arrepia ouvir 100.000 pessoas cantando e vibrando sob um mesmo som. Fui absolutamente respeitada. Não bebi nem um pouco de álcool, estava sozinha e precisava me manter bem consciente para cuidar de mim. Talvez um dia eu repita a experiência...

4 comentários:

  1. 25 de setembro de 2009??

    e o oculos... voce nao lembrou de comentar sobre o desapego do oculos lala!!!!!!!!

    ResponderExcluir
  2. erm eu nunca fui boa com datas ahiushuisha obrigada nena, corrigi o texto.

    Verdade, me desapeguei do meu óculos estiloso azul :D Vc tem usado?

    ResponderExcluir
  3. moi, fazendo parte dessa história desde 2005 (?)

    ResponderExcluir
  4. ahsiuhsiua é isso mesmo Aliçu, desde 2005 que foi o ano que eu entrei na faculdade. Lembro do ano por conta do número matrícula :D

    Corrigi os erros de concordância. Eu reli o texto e não vi essas coisas. A minha mente ajustou as coisas automaticamente.

    Muito obrigada por me avisar :)

    ResponderExcluir