Menos é mais

Enquanto outras cidades se orgulham de terem as maiores coisas, como em Itu onde tudo é gigante ou Recife com o seu maior shopping de não sei onde e a maior avenida em linha em reta da América Latina (né isso?), Teresina se propõe a um orgulho invertido: Avenida Antonino Freire, a menor avenida do mundo.

Porém é justo na menor avenida do mundo onde está o melhor pão de queijo de... Teresina. Não que ele não tenha sabor digno de ser considerado o melhor de todos, nem lhe falta fetiche. É vendido na  Mary Lucy, uma lanchonete que não abre assim todos os dias ou a qualquer hora. Na verdade, isso é coisa bem rara. Abre num horário restrito e, até onde pude observar, aleatório. Produz uma fornada limitada. Acabou? Já era! Quem pegou o seu seja feliz, os outros esperem para a próxima. Eu estou aqui a quase dois anos, passo pela porta  da loja dia sim, dia não e só tive o privilégio de provar esse quitute uma única vez. Nisso uma coisa me surpreendeu: não se vende aqui nem o pão de queijo mineiro, nem aquele que conheci em Maceió. 

Só não pode ser o melhor do mundo todo, porque a receita daqui não se encontra por aí.

P.S.: Eu realmente não sei de qual gosto mais, se é o pão de queijo alagoano, mineiro ou teresinense.

10 comentários:

  1. Condiz com aquela história que você me contou que Teresina (ou foi o Piauí, ou ainda São Luis) havia sido criada para seguir um ritmo próprio.

    ResponderExcluir
  2. Verdade eu não tinha atinado para essa relação. Eu havia te falado sobre o Piauí:

    "Contudo, consideramos que a província do Piauí não era decadente, nem atrasado, nem isolado, apenas caminhava dentro de suas possibilidades, no ritmo estabelecido pelo lugar e singularidade que ocupava historicamente desde sua formação."
    Gercinair Gandara em "Rio Parnaíba... Cidades Beira"

    ResponderExcluir
  3. Gostei demais daqui! e vou provar esse pãozinho só pra confirmar!

    ResponderExcluir
  4. hei.

    Obrigada por sua visita lá no meu blog! (:
    estava pesquisando Teresina! estarei ai em breve! se cuida!

    ResponderExcluir
  5. Eu nem gosto mto de pão de queijo. Primeiro pq não é pão, e sim um tipo de bolinho ou coisa assim, portanto é uma farsa, uma mentira, propaganda enganosa. Segundo pq não acho grande coisa o gosto da treta. É comível e tal, mas nada de mais.

    Qual a medida da menor avenida do mundo de Teresina? Pq sempre me ensinaram q a menor avenida do mundo é a Vicente Machado, em Ponta Grossa, com seus 750 metros.

    ResponderExcluir
  6. Ah, mas é aí que tá. Nem o pão de queijo de Maceió, nem o de Teresina são essa coisa que realmente não parece pão como é o pão de queijo mineiro. O de Maceió é um pão bem fofinho, redondinho com um recheio cremoso de queijo e queijo ralado salpicado em cima. O daqui de Teresina tem uma massa que lembra um "joelho" com recheio de queijo derretido.

    Ih o bicho pegou, pq não sei a medida da avenida daqui...

    ResponderExcluir
  7. Lari, já disse que adoro os teus textos? Não!? Pois é, curto muito!

    De outro norte... lembra que você queria ler a tese do mestrado do meu pai? Tá no blog dele... dá uma olhada lá.

    http://silvaniobarcelos.blogspot.com.br/

    Beijos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ow André, é muito bom ler isso. :D

      Lembro sim. ótimo saber, vou lá dar uma olhada!

      Beijos!

      Excluir