Eu não gosto de café expresso

O café expresso é daquele que já saiu atrasado, correndo para o trabalho e que nada pode esperar. Um jato estridente atinge a xícara. Bebe-se num gole só, no máximo dois, antes de esfriar. Sabor brusco. De uma vez a cafeína invade sua circulação e o torna apto para iniciar a rotina.

Já o café coado...

Lá da cozinha vem um cheiro bom a te provocar. Cambaleante vais andando e quando mais perto ouve: a água fumegante derramando-se no pó, deslizando para xícara. Suavamente, seus sentidos despertam. Lentamente, sente o sabor. Um gole, uma folheada na revista. Pouco à pouco chega em ti o bom humor e a coragem para começar um novo dia.

6 comentários:

  1. Café está para o trabalhador assim como o carvão está para a locomotiva.

    ResponderExcluir
  2. Adorei, Larissa. Eu, que sou uma apaixonada pelo café coado, só tomo expresso na pressa mesmo, quando não há tempo nem outra opção disponível.
    Cacá

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fico feliz!

      Em tempos que a máquina de café expresso é o mais novo sonho de consumo da classe média é bom descobrir que existem outros admiradores do café coado.

      Excluir
  3. Eu gosto do expresso e do coado, sobretudo do ritual do segundo. Esquentar água, colocar devagar, deixar a água cair... Pena que meu estômago reclama às vezes.

    (Gostei do texto :))

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom! Acabei curiosa e fui ler um pouco sobre café. Gostei desse texto aqui:http://sejabemvinho.blogspot.com.br/2010/04/para-um-bom-cafe-coado.html

      Excluir